"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". Jo√£o 6, 68














 
                    

Domingo, dia 02 de Outubro de 2011

Santos Anjos da Guarda

image Saber mais sobre os Santos do dia


Os Anjos s√£o antes de tudo os mediadores das mensagens da verdade Divina, iluminam o esp√≠rito com a luz interior da palavra. S√£o tamb√©m guardi√Ķes das almas dos homens, sugerindo-lhes as directivas Divinas; invis√≠veis testemunhas dos seus pensamentos mais escondidos e das suas ac√ß√Ķes boas ou m√°s, claras ou ocultas, assistem os homens para o bem e para a salva√ß√£o. S√£o Gr√©gorio Magno diz, que quase cada p√°gina da Revela√ß√£o escrita, atesta a exist√™ncia dos Anjos. No Novo Testamento aparecem no Evangelho da inf√Ęncia, na narra√ß√£o das tenta√ß√Ķes do deserto e da consola√ß√£o de Cristo no Getsemani. S√£o testemunhas da Ressurrei√ß√£o, assistem a Igreja que nasce, ajudam os Ap√≥stolos e transmitem a vontade Divina. Os Anjos preparam o ju√≠zo final e executar√£o a senten√ßa, separando os bons dos maus e formar√£o uma coroa ao Cristo triunfante. Eles os Anjos,s√£o mencionados mais de trezentas vezes no Antigo Testamento. Al√©m de todas essas refer√™ncias b√≠blicas, que por si s√≥ justificam o culto especial que os crist√£os reservam aos anjos desde os primeiros tempos, √© a natureza destes "esp√≠ritos puros" que estimula nossa admira√ß√£o e nossa devo√ß√£o.



Dizia Bozzuet : "Os Anjos oferecem a Deus as nossas esmolas, recolhem at√© os nossos desejos, fazem valer diante de Deus os nossos pensamentos... Sejamos felizes de ter amigos t√£o prestativos, intercessores t√£o fi√©is, int√©rpretes t√£o caridosos." Fundamentando a verdade de f√©, a Igreja nos diz que cada crist√£o, desde o momento do baptismo, √© confiado ao seu pr√≥prio Anjo, que tem a incumb√™ncia de guard√°-lo, gui√°-lo no caminho do bem, inspirando bons sentimentos, proporcionando a livre escolha que tem como meta Deus, Supremo Bem. A liturgia do dia 29 de setembro, que celebramos S√£o Miguel, S√£o Gabriel e S√£o Rafael, lembra ao mesmo tempo todos os coros ang√©licos: os Anjos, os arcanjos, os Tronos, as Domina√ß√Ķes que adoram, as Potestades que tremem de respeito diante da Majestade Divina, os c√©us, as virtudes, os bem-aventurados serafins e os querubins.



O Inicio da celebração da festa distinta para os Santos Anjos da Guarda, começou desde o século XVI, universalizada pelo Papa Paulo V, depois que em 1508 Leão X aprovou o novo Ofício composto pelo franciscano João Colombi.




Santo Anjo do Senhor, Meu zeloso guardador, se a ti me confiou a piedade Divina, sempre me rege, guarda, governa e ilumina. Amén.





 
©Evangelizo.org 2001-2017