"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". Jo√£o 6, 68














 
                    

Sabado, dia 02 de Julho de 2011

S. Bernardino Realino, presbítero, +1616

image Saber mais sobre os Santos do dia


Bernardino nasceu em Capri (Itália) em 1530. Profissional do Direito, à sólida competência unia extraordinária formação humanística. De temperamento optimista, alegre, respeitador dos outros e inclinado à beneficência, entrou para o noviciado dos jesuitas em Nápoles aos 34 anos. Trabalhou depois por 10 anos naquela cidade, pregando, catequizando, dedicando-se aos doentes, aos pobres e encarcerados.

Com Bernardino Realino (1530-1616) aconteceu um facto talvez √ļnico na historia dos santos: ainda em vida foi nomeado padroeiro da cidade de Lecce. Ao espalhar-se a not√≠cia de que o padre Bernardinho estava morrendo, o prefeito da cidade reuniu a c√Ęmara e dirigiu-se ao col√©gio dos jesu√≠tas. Diante do leito do morimbundo, leu um documento que tinha preparado: "Grande √© nossa dor, pai amado, ao ver que nos deixais, pois nosso mais ardente desejo seria que permanec√™sseis sempre conosco. N√£o querendo, contudo, opor-nos √† vontade de Deus, que vos convida para o c√©u, desejamos pelo menos encomendar-vos a n√≥s mesmos e a toda esta cidade t√£o amada por v√≥s e que tanto vos tem amado e reverenciado. Assim o fareis, √≥ pai, pela vossa inesgotav√©l caridade, a qual nos permite esperar que queirais ser nosso protector e patrono no para√≠so, pois j√° por tal vos elegemos desde agora e para sempre, seguros de que aceitareis por fi√©is servos e filhos..."

Com esforço respondeu o padre: "Sim, senhores".

De facto, o padre Bernadino tinha dedicado mais de metade da sua longa vida, e a quase totalidade de sua ac√ß√£o apost√≥lica como padre, √† cidade de Lecce. Desde a mais alta nobreza at√© os √ļltimos esfarrapados, encarcerados e escravos turcos, n√£o havia quem n√£o o conhecesse como ap√≥stolo e benfeitor da cidade.

Assim, sem grandes feitos exteriores, desenvolveu-se a santidade de Bernardino Realino. Apesar de ter sido chamado tarde à vida religiosa, sua vida apresenta-se como uma grande continuidade sempre em busca da verdade e do bem.

Morreu aos 86 anos. Em 1947 foi canonizado por Pio XII.





 
©Evangelizo.org 2001-2017