"Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna". João 6, 68














 
                    

Sabado, dia 12 de Mar├žo de 2011

S. Lu├şs Orione, sacerdote, fundador, +1940

image Saber mais sobre os Santos do dia


S. Luis Orione

O Papa João Paulo II, em 1980, colocou diante dos nossos olhos um grande exemplo de santidade, expressa na caridade: Luís Orione. Este novo santo italiano, nasceu em 1872 e bem cedo percebeu o chamamento do Senhor ao sacerdócio. Ao entrar para o Oratório, em Turim, recebeu no coração as palavras de S. Francisco de Sales, proferidas por S. João Bosco: "Um terno amor ao próximo é um dos maiores e mais excelentes dons que a Divina Providência pode conceder aos homens".



Concluiu o ensino secundário, deixou o Oratório Salesiano, voltou para casa e depois entrou no seminário, onde tirou o curso de filosofia, teologia, até chegar ao sacerdócio. O seu lema era: "Renovar tudo em Cristo".
Luis Orione, sensível aos sofrimentos da humanidade, deixou-se guiar pela Divina Providência a fim de aliviar as misérias humanas. Sendo assim, dedicou-se totalmente aos doentes, necessitados e marginalizados da sociedade. Fundou a Congregação da Pequena Obra da Divina Providência, tendo desenvolvido o carisma de cuidar dos órfãos, enfermos, pobres e crianças abandonadas.



Em 1908, Luís Orione socorreu numerosas vítimas do terremoto que abalou a Itália, com o auxílio dos seus filhos espirituais, irmãos e irmãs no mesmo carisma.



S. Luís Orione viveu o sermão que o Divino Mestre fez sobre a montanha, pois em toda a sua vida sentiu a força da Providência Divina, que o acolheu, depois de doar-se totalmente, com 68 anos de idade.

Em 1940, Dom Orione atacado por graves doenças de coração e das vias respiratórias foi enviado e praticamente forçado pelos médicos e confrades a retirar-se para Sanremo. Foi para lá protestando: "Não é entre as palmeiras que eu quero viver e morrer, mas no meio dos pobres que são Jesus Cristo". Três dias depois de ter chegado, ali morreu no dia 12 de Março, sussurrando: «Jesus! Jesus! estou indo».

O corpo foi sepultado devotamente na cripta do Santuário da Guarda e encontrado incólume vinte e cinco anos depois, em 1965. No dia 26 de Outubro de 1980, João Paulo II declarou Dom Orione bem-aventurado e em 16 de maio de 2004 foi solenemente canonizado.







 
©Evangelizo.org 2001-2017